Atualmente os chamados jogos Indie têm estado na moda. Mas o que são? E o que torna um jogo num jogo Indie?

Wallpaper do jogo Starbound, onde se vê a superfície de um dos planetas exploráveis ©PixelsTalk.Net

Quero começar por dizer que não existe uma definição concreta de jogo Indie. A palavra Indie é um diminutivo de independente. Logo, é lógico assumir que um jogo Indie não tem financiamento exterior de publicadoras ou empresas, mas atenção que isto não quer dizer que um jogo que seja desenvolvido por uma empresa não seja Indie automaticamente. Um jogo Indie pode ser desenvolvido por pessoas individuais, grupos ou empresas ,desde que seja desenvolvido de forma independente. Por exemplo, o jogo Starbound desenvolvido e publicado pela Chucklefish, é um jogo Indie. O problema surge quando temos jogos desenvolvidos com apoios financeiros exteriores mas são considerados jogos Indie na mesma.

Para este problema podemos considerar mais dois fatores que caracterizam o género. O primeiro fator é o fator inovação. Geralmente os jogos Indie inovam, quer seja na jogabilidade, no aspeto gráfico, na banda sonora ou até como os vários elementos constituintes do jogo se unem e interagem. Outro fator, este mais valorizado por desenvolvedores de jogos, é que se um desenvolvedor receber financiamento de uma empresa ou publicadora, este não deixe que lhe alterem o jogo só porque a dita empresa lhe está a pagar.

Em suma, um jogo Indie é um jogo que inove dentro do seu género, ou que até crie um novo género. A característica mais importante no entanto é que o jogo seja aquilo que os desenvolvedores querem que seja, quer o façam de forma totalmente independente ou com algum financiamento exterior.

Comentários

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.